O desembargador Roy Reis Friede, presidente do Tribunal Regional Federal da 2ª Região, derrubou decisão de primeiro grau e voltou a  considerar igrejas e lotéricas como serviços essenciais durante a quarentena do coronavírus (Covid-19).

Igreja evangélica pune pastor evangélico por permitir uma mulher pregar no altar

O decreto presidencial incluiu igrejas e casas lotéricas como serviços essenciais, liberando-os para ficar abertos durante a quarentena. Na última sexta-feira (27/3), o juízo da 1ª Vara Federal de Duque de Caxias (RJ), havia suspendido o decreto e recomendado ao Governo que se abstenha de adotar medidas sem seguir recomendações técnicas do Ministério da Saúde.

Igreja evangélica pune pastor evangélico por permitir uma mulher pregar no altar

Na decisão, o Desembargador entendeu que : “Não se pode aproveitar o momento de pandemia mundial e calamidade pública para permitir a perpetração de afrontas à Constituição da República e ao consagrado Princípio da Separação dos Poderes.”

O magistrado considerou também o momento atípico, mas frisou que é exigido, “por parte dos aplicadores do Direito, sobretudo dos Juízes, muito equilíbrio, serenidade e prudência no combate ao inimigo comum”.

Ler a decisão
5002992- 50.2020.4.02.0000