O bate boca começou quando o pastor Elizeu Rodrigues fez uma postagem lembrando que votou em Jair Bolsonaro nas últimas eleições.

Pastor Marco Feliciano publica nota oficial: ” expulso por apoiar Bolsonaro

Imediatamente um seguidor escreveu: “o pastor que sempre deu uma de certinho…se envolvendo em política. Vai queimar no inferno junto com ‘nós’. Continua pastor, o diabo ta amando”

Como o seguidor escreveu com o português todo errado, o pastor não poupou críticas, dizendo que primeiro ele deveria aprender a escrever e depois vir dar palpite.

Além desse seguidor, outras pessoas aproveitaram para cutucar o pastor Elizeu Rodrigues, que também respondeu bem rapidamente, mostrando que o auto dominio não faz parte ultimamente do seu ministério.

“Crise financeira vai derrubar os palcos da igreja brasileira”, afirma pastor

Desde que anunciou que o coronavírus seria apenas uma “gripezinha”, o presidente Jair Bolsonaro vem sendo bastante atacado, seja pela esquerda como a direita que acreditam que a quarentena é necessária.

Além disso, Bolsonaro disse na última quinta-feira (26) que cultos religiosos tem que entrar na lista de locais essenciais para o Brasil, é por isso teriam que estar abertas.

Essa decisão só demonstra que os grandes pastores vem tentando fazer com que Bolsonaro seda a quarentena, reabrindo as igrejas.

Com igrejas fechadas os pastores deixam de receber o dízimo e custear as contas da igreja.

Mas, o ministério da saúde é contra a reabertura, alegando que grandes aglomerações é a chance para a propagação da pandemia.