Connect with us

Polêmicas

Religioso viola virgens para quebrar maldição

O pai de santo foi autuado por violação sexual mediante fraude

Published

on

virgens sendo estuprada por pai de santo

Recentemente um pastor do Rio Grande do Sul, estava violando garotas com o pressuposto de quebrar maldição. Em muitos casos as jovens eram virgens, como os abusos que aconteceram em SP envolvendo um pastor da Igreja. Batista. O mais novo caso que se tem notícia e de um pastor liderado por Jorge Linhares, da Getsemani.

Mãe de santo invade igreja e deixa fiéis calados

Porem, desta vez, quem está quebrando maldições estuprando virgens, m líder religioso de matriz africana. Ele vem sendo investigado por abuso sexual de três mulheres e uma adolescente. Ele é pai de santo de 31 anos, e de acordo com as vítimas ele as teriam convencido a fazer sexo alegando atender o desejo de uma entidade chamada “Exu Veludo”.

Na última terça-feira, 14 de janeiro, em Ceilândia (DF), ele foi preso por Policiais da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (DEAM). Sobre ele há acusações de prometer prosperidade às vítimas e livra-las de maldições através de relações sexuais com ele.

Segundo informou o portal Metrópoles, o pai de santo foi autuado por violação sexual mediante fraude. Houvem também aborto provocado por terceiro sem consentimento da gestante. Ele teria engravidado uma das mulheres e a obrigou abortar com medicamentos fornecidos por ele.

Por enquanto, as quatro vítimas que procuraram a Polícia, uma era adolescente e três delas eram virgens. O pai de santo suspeito vive em Ceilândia, onde acabou sendo preso pela Polícia da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher. O religiosos tem um terreiro em Águas Lindas, mas as violações das virgens ocorreram em sua casa e nas residências das vítimas.

O principal argument do pai de santo para convence-las a praticar sexo com ele era que a entidade “Exu Veludo” era apaixonado por elas.

Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

POPULAR