Conecte-se conosco




Crime

Tânia Levy e Flordelis, duas cantoras gospel e maiores crimes da história do meio evangélico

O corpo do guarda municipal Eliel Silveira Levy, esposo de Tânia Levy foi encontrado em um porta-malas de um carro

Publicado

em

Os dois maiores crimes da história do meio evangélico, tem duas cantora gospel como peças centrais. Por um Tânia Levi que já foi julgada e condenada a 21 anos e 7 meses de prisão, por outro Flordelis como suspeita com o caso ainda em andamento.

+ A casa caiu para Flordelis. Polícia recupera dados do celular de Anderson do carmo

O corpo do guarda municipal Eliel Silveira Levy, esposo de Tânia Levy foi encontrado em um porta-malas de um carro. Em uma na zona rural de São Pedro, em 16 de setembro de 2013 o carro foi ateado fogo com o homem dentro.

A suspeita da polícia de que a cantora gospel estaria envolvida na morte do marido surgiu logo depois que o corpo do guarda foi encontrado. Segundo as investagções, ela teria matado ele depois de descobrir uma relação extraconjugal.

Dois anos após intensa investigação, a cantora Tânia Levy foi presa em julho de 2015. Contudo ela conseguiu habeas corpus e deixou a penitenciária dois meses depois,. Então ela passou a responder pelo crime em liberdade.

Segundo denúncia do Ministério Público, na madrugada do dia 16 de setembro de 2013, Tania seguiu para o imóvel onde Levy morava. Ela foi para Rua Esplanada de Cristo, no bairro Novo Horizonte em São Pedro, já acompanhada de uma pessoa não identificada. De acordo ainda com o MP, eles teriam matado o guarda no local.

Logo depois do crime, os dois teriam seguido para a Estrada Vicinal Alto da Serra, na zona rural de São Pedro, e colocaram fogo no corpo da vítima. Tânia Levy ainda teria tentado limpar a casa para esconder provas do crime, segundo a acusação.

já no caso de Flordelis envolvendo a morte do pastor Anderson do carmo, segundo as investigações iniciais, a motivação para o crime também teria sido um caso extraconjugal. Logo a Polícia descartou a hipótese e partiu para uma investigação de crime contra o pastor teria sido por conta de dinheiro.

O pastor Anderson do Carmo foi assassinado a tiros na garagem de casa, na madrugada do domingo 16 de junho em Pendotiba, Niterói, região metropolitana do Rio de Janeiro.

A deputada e cantora gospel estava com o marido no momento do crime. Eles haviam acabado de chegar em casa de carro, por volta das 4 horas da manhã, quando Anderson foi morto.

No decorrer das investigações, em depoimentos, foi revelado por um dos filhas de Flordelis, que ela mais umas das suas filhas estariam envenenando Anderson do carmo através de pequenas doses aplicadas nas refeições.

Umas daquelas que poderiam ser as maiores provas para desvendar o mistério do assassinato, que serio o celular, foi jogado ao mar por uma das netas da cantora. Contudo, dois dos filhos de Flordelis continuam presos, logo após serem pegos ainda no velório pai. Flávio dos Santos e Lucas dos Santos teriam confessado o crime.

No entanto, Lucas 18, negou o crime posteriormente, dado em depoimento logo no momento da prisão. A deputada, segundo informações dos sites que tem acompanhado o caso, teria sido proibida pela justiça de visitar o filho Lucas, pois estaria coagindo o filho a a reafirmar o primeiro depoimento onde assumia a morte do pai.

+ Polícia diz que Deputada Flordelis sabia dos planos da filha de matar Anderson do Carmo

Quatro meses após o assassinato do pastor, A juíza Nearis Arce, da 3ª Vara Criminal de Niterói, ouviu em 31 de outubro testemunhas de acusação no processo em que Flávio dos Santos Rodrigues e Lucas Cezar dos Santos de Souza, são acusados de matar o pastor Anderson do Carmo, marido da congressista.

Contudo, ainda não se tem notícias que a cantora gospel e deputada teria dado o seu depoimento a Polícia. Seu envolvimento na morte do marido ainda não foi confirmado. Tãnia Levy alegou inocência, assim como Flordelis está alegando.



O conteúdo do site é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.



Continue Lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *