Conecte-se conosco




Polêmicas

Diocese toma atitude drástica após padre após realização de um casamento

Publicado

em

Padre realizando caamento

Uma diocese não perdoou um padre e tomou a atitude de afastá-lo das suas funções na igreja católica nesta quinta (12), após dar uma bênção a um casamento homoafetivo. A cerimônia ocorreu no último sábado (7), em uma chácara na cidade de Assis interior de (SP).

 A diocese fez divulgação um decreto de medida cautelar. Baseado no Código Canônico, Dom Argemiro de Azevedo, bispo diocesano de Assis expulsou o padre Vicente Paula Gomes de suas funções.

Para justificar a benção dada ao casamento homoafetivo, o padre alegou na celebração, que família é todo núcleo que pode garantir uma vida digna.

“Achamos que lar basta ter um homem e uma mulher. Família não é só isso. Nuclear uma família significa criar condições para uma vida digna. Por isso, é com alegria que estou aqui”, afirmou.

O padre também afirmou que esperava receber algum tipo de punição da igreja pelo ato, mas que iria pagar o preço mesmo assim: “Já estou até pensando no que o Dom Argemiro vai falar segunda-feira, mas a bênção não me diminui, nem vai diminuir a igreja, nem vocês”.

Vicente Paula tinha consciência que iria receber retaliação da igreja pelo ato. Mas decidiu iria pagar o preço mesmo assim.

“Já estou até pensando no que o Dom Argemiro vai falar segunda-feira, mas a bênção não me diminui, nem vai diminuir a igreja, nem vocês”, disse.

O padre ficará afastado de suas atividades na igreja até que a igreja tome uma posição final sobre o caso.



O conteúdo do site é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.



Continue Lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *