Conecte-se conosco




Justiça

Justiça é implacável com Valdemiro Santiago e mantém decisão

Publicado

em

justiça nega passporte diplomático a valdemrio santiago

Recentemente Valdemiro Santiago recebeu o direito de usar o passaporte Diplomático. Mas por azar o líder da Igreja Mundial foi alvo de uma aça popular na justiça.

A justiça conseguiu embargar o passaporte do Valdemiro Santiago logo em seguida, com as mesmas alegações que foram usada para retirar do também líder religioso, RR  Soares.

No entanto Valdemiro ainda tentou manter o benefício cedido. Porém a decisão anterior foi mantida, por entender que não há risco de lesão grave ou de difícil reparação.

” Eu preciso que a justiça seja justa”, diz cantora gospel que foi agradida pelo ex-marido pastor

Assim  o desembargador André Nabarrete, do Tribunal Regional Federal da 3ª Região, negou pedido da União para suspender liminar que recolheu o passaporte diplomático do pastor Valdemiro Santiago de Oliveira. Na ocasião  sua mulher, Francileia de Castro Gomes de Oliveira também recebeu.

Os passaportes diplomáticos concedidos ao casal de religiosos foram alvo de ação popular movida pelo advogado Ricardo Amin Abrahão Nacle. A União alegou que a liminar prejudica os programas sociais desenvolvidos no exterior pela Igreja Mundial do Poder de Deus, em benefício de comunidades brasileiras e estrangeiras em diversos países.

No entanto, segundo o desembargador André Nabarrete, o recurso não mostra qualquer risco de dano ao autor do agravo. Além disso, não apresenta existência de dano atual e concreto.

"Foi aduzida abstrata e genericamente prejuízo à continuidade e efetividade dos programas sociais desenvolvidos no exterior pela igreja dos beneficiários do ato administrativo, bem como a necessidade premente da proteção adicional representada pelo passaporte diplomático", explicou o relator.

"Ausente o risco iminente, desnecessário o exame da probabilidade de provimento do recurso, pois, por si só, não justifica a concessão da medida pleiteada", concluiu.



O conteúdo do site é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.



Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Justiça

Cantor gospel filho de Edir Macedo humilha massagista e justiça não perdoa

Publicado

em

Filho de Edir MAcedo condenado pela jusitiça a indenizar massagista

O cantor gospel Moysés Macedo, filho de Edir Macedo, humilhou uma massagista que prestava serviços nos estúdios da Record TV. A mulher que acabou perdendo o emprego, após publicação dele no twiter, vai ser indenizada em R$ 40 mil Reais.

Marcelo Crivella sobrinho de Edir Macedo manda recolher quadrinhos com beijo gay

Uma matéria do site TV Foco, publicada nomês passado, mostra que o cantor gospel, filho de Edir Macedo teria humilhado a massagista na rede social após um serviço realizado por ela.

"Massagem com uma p*** baiana e agora to com nojo", "gorda falei p ela sair de mim e disse 'boa sorte na sua carreira'", "não recomendo que ninguém faça massagem na record e se for fazer cuidado com (nome)" e "ela tem aids", divulgou Moysés Macedo no twiter.

Após a a massagista recorrer a justiça para ser reparada por danos morais, o juiz Marcelo Augusto de Oliveira, da 41ª Vara Cível do Foro Central Cível de São Paulo, decidiu que o cantor gospel terá de a pagar R$ 40 mil Reais a mulher.

Na sentença, de acordo com o portal Jota, a mulher disse que se sentiu humilhada enquanto atendeu Moysés. E que após saber do conteúdo das mensagens, se abalou emocionalmente e foi demitida da empresa que fornecia os serviços à Record

Na decisaõ o juiz Marcelo Augusto Argumentou que "O autor, aproveitando-se da sua posição de superioridade hierárquica, difundida na condição de filho do proprietário da emissora de televisão, julgou-se no direito de fazer pouco da honradez da autora, diminuindo-a e menosprezando-a, em privado e em público, de forma ignóbil e abjeta, com a única finalidade de humilhá-la. É o bilinguis maledictus de que fala a Bíblia", pontuou o magistrado.

A justiça foi favorável a mulher, mesmo que a defesa do filho de Edir Macedo tenha alegado que ele não se lembra de ter feito uso da massagem no canal. Também questionou a veracidade da informação do TV Foco, já que o perfil não pertenceria a ele. A defesa ainda acrescentou que o fato de Moysés ser conhecido no meio gospel pode, ter sido motivo para a criação de contas falsas.

Continue Lendo

POPULAR