Conecte-se conosco




Geral

Pastor faz unção em fiel nua e acaba preso pela sessão de "cura espiritual"

Publicado

em

preso
Pastor faz unção em mulher fiel nua e acaba preso pela sessão de "cura espiritual"

Um pastor evangélico convenceu uma fiel a se despir para realizar a chamada unção com óleo. Mas por se aproveitar da evangélica, acabou sendo preso em Uberlândia, no Triângulo Mineiro. O religioso foi acusado de abusar de fiéis durante trabalho de " cura espiritual".

Quatro mulheres teriam sido abusadas pelo pastor. Ele teria entre outras coisas, acariciado as partes íntimas de uma das vítimas para "expulsar demônios".

A prisão do evangélico foi anunciada em entrevista na tarde de terça 30, pela delegada Ana Cristina Marques Bernardes. No entanto o pastor está preso desde a última sexta, 26, após ter a prisão decretada pela Justiça.

A delegada ainda contou que ele falava em suposta cura espiritual e quebra de maldição para tentar convencer as mulheres. "Ele aproveitava o momento de fragilidade das vítimas, que enfrentavam problemas pessoais", explicou.

O caso que o levou à prisão aconteceu em dezembro de 2018 que envolveu uma frequentadora da Igreja Ministério Comunidade da Família. A igreja foi fundada por ele em espaço anexo à sua casa, no Bairro Lídice.

Vídeo pornográfico vaza e cantor gospel cai na boca do povo

A mulher de 32 anos diz que o pastor a convenceu a se despir para ser ungida com um óleo.

Ele aproveitou a sessão de cura espiritual e tocou suas partes íntimas.

Logo depois disso ele teria voltado a procurá-la outras vezes, mas ela foi aconselhada por amigas a registrar a queixa. Ela gravou algumas conversas que foram entregues à polícia



O conteúdo do site é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.