Conecte-se conosco




Geral

Pastor com 40 anos de profissão comete adultério e critica o cristianismo

Publicado

em

adultério,
Pastor com 40 anos de profissão revela adultério e critica o cristianismo

O pastor Dave Gass,  recentemente liderou o Grace Family Fellowship em Pleasant Hill, Missouri. Além de ter renunciado à sua fé cristã, criticou o cristianismo. Após 40 anos de ministério Dave choca os evangélicos com a revelação de adultério. 

Um outro pastor que estaria representando  sua antiga igreja, acusou Dave ser um adúltero incontrolável. 

Asuposta revelação de Dave Gass foi feita em uma  série de tweets agora protegidos. No entanto, antes não estava. E foram   copiados e compartilhados em várias redes sociais. 

“Depois de 40 anos sendo uma seguidora devota, 20 deles sendo um pastor evangélico, estou me afastando da fé. Mesmo que esta tenha sido uma enorme queda de bomba em minha vida, tem sido décadas em construção ”,disse ele antes de passar a comparar as Escrituras com a mitologia grega. 

Continuou: “Quando eu estava na oitava série e estava lendo mitologia grega, percebi o quanto as interações sobrenaturais entre a divindade da Bíblia e a humanidade soavam como mitologia antiga. Essa semente da dúvida nunca foi embora ”. 

Dave Gass foi mais longe ainda e contou segundo sua visão, como ele foi criado em um lar cristão "hiper-fundamentalista", onde o cristianismo "não funcionou. As promessas estavam vazias. As respostas eram mentiras. 

Segundo Dave, mesmo assim, cresceu para ser um cristão devoto. Disse que  raramente sentia falta da igreja ou falhava em estudar as Escrituras. 

“Eu estava totalmente dedicado a estudar as escrituras. Acho que perdi talvez 12 domingos em 40 anos. Eu havia memorizado completamente 18 livros da Bíblia e estava lendo a Bíblia pela 24ª vez quando fui embora ”, escreveu ele. 

Dave contou que mesmo com sua busca pelas escrituras, e fé pautada no cristianismo, não foi suficiente para salvar seu casamento. Entende-se que o fracasso no matrimônio o tenha levado a cometer adultério. 

“Quando adulto, meu casamento era uma farsa e uma fonte constante de dor para mim. Eu fiz tudo o que eu deveria fazer - oficinas de casamento, aconselhamento, leitura bíblica juntos, encontros noturnos toda semana, livros sobre casamento - mas meu casamento nunca se tornou o que me foi prometido ”, revelou. 

Ainda em um dos seu tweets que passou a ser privado, ele revelou que  não conseguia mais manter a fachada. Comecei a ter rupturas mentais e emocionais. O estresse interno começou a aparecer em sintomas físicos. Ser pastor, um cristão profissional “estava me matando”.  

O pastor ainda culpou a igreja e resolveu puxar a “alavanca” e soltar a bomba no meio evangélico. 

“Eventualmente eu puxei a alavanca e soltei a bomba. Carreira, casamento, família, posição social, rede, reputação, tudo desaparecido em um instante. E sinceramente eu não pretendia me afastar completamente, mas a maneira como a igreja se voltou contra mim me forçou a sair permanentemente ”.

Informações: Christianpost



O conteúdo do site é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.